Semana da Ciência e Tecnologia começa hoje e oferece mais de 300 atividades

As atividades envolvem a colaboração de universidades, escolas, museus e laboratórios científicos, informou em comunicado a Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica.

Hoje, no polo de Viseu da Universidade Católica Portuguesa, o público fica a saber como se faz o diagnóstico e a monitorização de doenças através da saliva.

No Mercado dos Lavradores, no Funchal, na Madeira, a venda de legumes e fruta faz-se na quarta-feira a par de demonstrações e experiências científicas.

Na quinta-feira, três estudantes de doutoramento falam em Coimbra sobre o seu trabalho científico e, na sexta-feira, o Centro de Química Estrutural do Instituto Superior Técnico promove a consulta a um banco digital que tem registos de experiências com elementos químicos.

O Centro Ciência Viva de Estremoz acolhe, no domingo, o Congresso de Jovens Investigadores em Geociências, iniciativa na qual serão apresentados projetos na área das ciências da terra.

No mesmo dia, mas em Lisboa, o Museu Nacional de História Natural e da Ciência organiza uma visita guiada ao antigo laboratório químico da Escola Politécnica, dando a conhecer os instrumentos científicos usados no século XIX.

O programa de atividades da Semana da Ciência e da Tecnologia inclui ainda observações do céu, visitas guiadas a exposições, tertúlias e passeios.

<

p class=”wpematico_credit”>Powered by WPeMatico

Related posts