Festival REC’n’Play reúne profissionais de tecnologia, economia criativa e cidades inteligentes

Coletiva deu detalhes do festival REC'n'Play, que acontece em novembro no Recife (Foto: Marcos Pastich/Prefeitura do Recife)Coletiva deu detalhes do festival REC'n'Play, que acontece em novembro no Recife (Foto: Marcos Pastich/Prefeitura do Recife)

Coletiva deu detalhes do festival REC’n’Play, que acontece em novembro no Recife (Foto: Marcos Pastich/Prefeitura do Recife)

Tecnologia, economia criativa e cidades inteligentes são três temas que guiam a segunda edição do festival REC’n’Play, que acontece entre os dias 7 e 10 de novembro no Bairro do Recife, região central da capital pernambucana. Os detalhes da edição deste ano foram divulgados nesta terça-feira (21).

Tendo como pilares educação, negócios e entretenimento, o festival busca incentivar a busca de soluções para os problemas da cidade, através da transformação e conexão das pessoas.

Profissionais do setor público e do privado participam do evento, assim como representantes de países como França, Alemanha, Inglaterra e Estados Unidos, indicados em parceria com os respectivos consulados.

O evento tem programação gratuita, com inscrição prévia através da internet. Estão previstas mais de 260 atividades na programação, entre workshop, palestras, exibições, hackatons, shows e torneios de “e-sports”.

Organizado pelo Porto Digital, o REC’n’Play utiliza a programação dividida em trilhas para facilitar que uma pessoa, interessada em determinado tema, possa segui-lo sem choque de horário entre as atrações. A programação completa vai estar disponível no site do festival.

Robótica, internet das coisas (IoT) e fabricação digital guiam a trilha da tecnologia. Os jogos digitais, a parte de audiovisual, design e música vão ser debatidos na de economia criativa, enquanto a trilha de cidades inteligente traz como temas sustentabilidade e clima.

Confira abaixo o perfil dos palestrantes confirmados:

Trilha Cidades Inteligentes

Geraldo Marinho – arquiteto, consultor em planejamento e gestão de cidades. Durante 25 anos, exerceu o cargo de professor no Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Pernambuco. Atualmente tem atuado na orientação metodológica de equipes multidisciplinares, envolvendo campos diversos como mobilidade, áreas portuárias, normas urbanísticas, patrimônio e reabilitação urbana, assim como a modelagem de sistemas de informação georreferenciados para o planejamento.

Isadora Freire – é arquiteta e urbanista, formada pela UFPE. Atua na área de gestão de projetos, com foco no desenvolvimento sustentável e de longo prazo das cidades, tendo temas como mobilidade, acesso equitativo à cidade e desenvolvimento de políticas públicas como sua principal linha de atuação.

Rafael Vaisman – empreendedor, possui graduação em gestão ambiental e dois mestrados: o primeiro em Inovação e Gestão do Conhecimento e o outro em Design e Sustentabilidade pela Universidade de Lund, na Suécia. Nesta universidade, trabalhou como pesquisador e incubou a empresa Ecohus, hoje, pertencente ao grupo Ecohus Brazil, referência em projetos e eventos sustentáveis.

Trilha Economia Criativa

Ana Farache – é jornalista, fotógrafa e escritora. Atualmente é coordenadora do Cinema da Fundação Joaquim Nabuco e da Cinemateca Pernambucana. É idealizadora e diretora do Festival Internacional Brasil Stop Motion.

Aurora Jamelo – é designer, multiartista e é um dos nomes à frente do Coletivo Audiovisual Experimental Menino Exu e do Festival Transborda de Cultura sem Gênero. Autodeclarada indígena-quilombola, periférica e travesti, a artista faz questão de afirmar a sua existência e a persistência do seu trabalho nas artes e nos espaços sociais.

Chico Barros – estudou ‘processos avançados em fotografia’ na Cardinal Stritch University, nos Estados Unidos. Possui trabalhos publicados em diversos veículos do Brasil e alguns do exterior, como New York Times e Getty Image. Em 2006, fundou a ‘Sala de Foto’, estúdio fotográfico voltado para o mercado publicitário localizado na capital pernambucana.

Danielle Hoover – é formada em Licenciatura em Educação Artística pela UFPE e diretora da Luni Produções, produtora pernambucana fundada em 1996. Já produziu vários trabalhos na área de televisão, rádio, cinema, publicidade, música, teatro e eventos.

Dui Aguiar – designer, co-fundador da Verve Works, empresa que une design e tecnologia para criar soluções e sócio da startup Simples – E-commerce Inteligente. Colabora como mentor de Product Design do Google Launchpad e da ACE Startups, participando ativamente do ecossistema de inovação e empreendedorismo em empresas e startups.

Biel Anceles – graduando em gestão da informação pela UFPE, influencer da Riot Games Brazil e é um dos sócio-fundadores da Nexus Agência, primeira agência de e-sports pernambucana. Participou da organização da área de games de eventos como a Campus Party e Game Festival. Desde o ano passado, atua como responsável de comunidades e eventos na Noord.Games.

Danilo Freire – é designer pela UFPE, sócio e gerente de projetos da Gorlami Games, empresa recifense de jogos digitais. É articulador, mentor e organizador de eventos voltados para estudantes e profissionais da área de games, como workshops, game jams e palestras.

Erica Ferrer – é formada em administração pela UFPE e desenvolvedora de negócios internacionais da Manifesto Games, estúdio especializado no desenvolvimento de jogos casuais e educacionais. Desde 2014, ela é a representante do estúdio nas principais conferências da indústria como GDC, Game Connection, XDS e Gamescom, na América do Norte e Europa, onde estabelece acordos comerciais e parcerias com estúdios como Gamblit Gaming e Bandai Namco.

Trilha Tecnologia

Alcides Pires – é economista e diretor de uma das mais tradicionais empresas de tecnologia do Estado com projetos implantados em mais de 30 países, a MidiaVox. Desde 2016, assumiu a presidência do Centro de Excelência em Desenvolvimento de Software do Recife, Softex Recife. No cargo de conselheiro, ele atua na Softex Nacional e no Porto Digital.

Eduardo Peixoto – é chefe de negócios do CESAR, coordenador do PoETAS.IT e consultor de inovação em várias organizações e empresas como ANPROTEC, Elcoma, FIAT, Iron House, Saraiva, SSB e Unilever. Tem mais de 30 anos de experiência em projetos de TI, telecomunicações e inovação

Jacques Barcia – futurista profissional, escritor e jornalista. É membro da Association of Professional Futurists (APF) e integrante do Centre For Postnormal Policies and Futures Studies (CPPFS). Ele é um dos fundadores da Futuring.Today, um laboratório de futuros que combina foresight, design e experiências narrativas para hackear futuros. Mestre em Design, Jacques é professor de Design Futures da CESAR School e consultor de futuros do Porto Digital.

Luis Fernando – formado em engenharia elétrica pela Faculdade de Engenharia Industrial de São Paulo e possui MBA em gestão empresarial pela Fundação Instituto de Administração, ligada à Universidade de São Paulo, além de diversos treinamentos e certificações internacionais. Atualmente reside e atua como diretor de projetos de inovação e tecnologias digitais na Accenture sediada na capital pernambucana.

Kiev Gama – doutor em ciência da computação pela Université de Grenoble, França. Atualmente é professor adjunto do Centro de Informática da UFPE e pesquisador no INES (Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Engenharia de Software). Suas pesquisa são nas áreas de engenharia de software e sistemas distribuídos aplicadas ao contexto da Internet das Coisas (IoT) e Cidades Inteligentes

Renata Albertim – jornalista e mestranda em consumo, cotidiano e desenvolvimento social pela UFRPE. Co-fundadora da startup de impacto social ‘Mete a Colher’, rede que tem a tecnologia como aliada para combater à violência contra as mulheres

Powered by WPeMatico

Related posts