Estas são as mulheres mais poderosas da tecnologia, de acordo com a Forbes

Relatórios e pesquisas sobre a presença de mulheres em empresas de tecnologia costumam apontar para um cenário que é atualmente desanimador, mas com boas possibilidades para o futuro. Foi o que aconteceu com o estudo 2018 Woman in Tech, por exemplo, que concluiu que as mulheres jovens estão 33% mais predispostas a estudar ciência da computação do que as nascidas antes de 1983.

A diversidade também está aumentando nas grandes empresas dessa área, embora elas ainda tenham um longo caminho a percorrer. FacebookInstagram contam com 35% de participação feminina em suas equipes, contra 42% do LinkedIn e 31% da Google. A Microsoft fica um pouco atrás, com 26% do quadro de funcionários sendo composto por mulheres.

Levando em consideração esse cenário, a plataforma Cuponation compilou uma lista com as seis mulheres mais poderosas da tecnologia, baseada no ranking The World’s Most Powerful Women, criado pela Forbes. Confira abaixo os nomes e feitos de cada uma delas — e para as mulheres que querem uma newsletter feita por elas e para elas, confiram a Marie Curie News.

1. Sheryl Sandberg

Após ter sido vice-presidente de vendas globais na Google, ela mudou para o Facebook em 2008, onde assumiu o posto de diretora de operações. Sandberg já publicou dois livros onde discute a diferença entre gêneros e resiliência.

2. Susan Wojcicki

Diretora executiva do YouTube desde 2014, ela foi responsável por aumentar a contratação de mulheres no site. Foi Wojcicki quem negociou a compra do YouTube pela Google em 2006 por U$ 1,65 bilhões. Atualmente, a plataforma tem um valor estimado em U$ 90 bilhões.

3. Ginny Rometty

Foi a primeira diretora executiva mulher da IBM. Rometty é cientista da computação e se destacou ao investir em soluções de análise e armazenamento na nuvem, o que compensou as perdas que a empresa vinha tendo com a venda de licenças mais tradicionais.

4. Meg Whitman

Whitman já foi diretora executiva na HP e tem passagem por diversas outras companhias, como a DreamWorks e a Disney. Ela já disputou as eleições do governo da Califórnia pelo Partido Republicano e chegou a ser citada por analistas como alguém com potencial para se tornar a primeira mulher a assumir a presidência dos Estados Unidos.

5. Angela Ahrendts

Deixou o cargo de diretora executiva na gigante da moda Burberry para se tornar vice-presidente de vendas no varejo da Apple. Ela é responsável tanto pelas lojas online como pelos 497 pontos de venda da companhia ao redor do mundo.

6. Safra Catz

É a diretora executiva mulher mais bem paga dos EUA, estando a frente da Oracle desde 2014. Recentemente, foi cogitada para ocupar o cargo de Conselheira de Segurança Nacional dos Estados Unidos, respondendo diretamente ao presidente Donald Trump.

Cupons de desconto TecMundo:

<

p class=”wpematico_credit”>Powered by WPeMatico

Related posts