Ações de Tecnologia derrubam mercados americanos

NOVA YORK – Wall Street fechou em baixa nesta segunda-feira, derrubada pelo Nasdaq, que sofreu com as tensões comerciais entre Estados Unidos e China e problemas de grandes empresas tecnológicas.

O índice tecnológico Nasdaq caiu 3,03%, a 7.028,48 unidades, segundo dados definitivos da sessão. O industrial Dow Jones cedeu 1,56%, a 25.017,44 unidades, e o S&P 500 recuou 1,66%, a 2,690,73.

A queda acontece após a Cúpula Ásia Pacífico, no fim de semana, mostrar que o conflito comercial entre EUA e China continua vivo, e novos dados mostraram uma desaceleração nos planos de construção de novos imóveis nos Estados Unidos. Analistas disseram que as transações foram menores porque esta semana será mais curta por um feriado nos Estados Unidos e isso ampliou as oscilações do mercado.

“Trata-se principalmente de um naufrágio das ações tecnológicas”, disse Peter Cardillo, da Spartan Capital.

Integrante proeminente do Nasdaq, a Apple continuou a cair e perdeu 3,96% após um artigo do The Wall Street Journal que mostrou que o grupo cortou pedidos de produção para seu novo iPhone. As ações da Apple caíram mais de 20% desde seu valor histórico de 3 de outubro.

A preocupação da Apple afetou os fabricantes de semicondutores. A Nvidia perdeu 12% depois de cair 28,7% na sexta-feira.

Todas as principais empresas de tecnologia foram penalizadas: Netflix -5,45%, Alphabet (Google) -3,82%, Amazon -5,09% e Facebook -5,72%. A rede social estava com o menor preço desde fevereiro de 2017.

“O movimento do dia é explicado pela tecnologia em geral e pela preocupação com os (grupos de) semicondutores após as fortes vendas na sexta-feira”, disse Sam Stovall, da CFRA Research.

“Parece que há uma reavaliação geral das ações que levaram a maior parte do voo”, disse ele.

No mercado de dívida, o rendimento dos títulos do Tesouro a 10 anos caiu a 3,054%, contra 3,063% na sexta-feira, e o dos títulos de 30 anos recuou a 3,313%, contra 3,316% da última sessão.

Powered by WPeMatico

Related posts