A tecnologia do dia-a-dia

A tecnologia tem evoluído numa velocidade sem precedentes ao longo dos anos. A sociedade fez com que ela se encontrasse presente no sistema financeiro, assim como na economia, cultura, entretenimento, indústrias de telecomunicação e no dia-a-dia das pessoas.

A previsão é se expandir cada vez mais por meio de várias tendências que ampliarão seu uso no ano de 2018. Uma dessas tendência são os chamados “Eletrônicos de consumo”, que nos últimos anos estão mais integrados entre si. Assim, a Internet das Coisas — Revolução tecnológica que conecta objetos do cotidiano à rede de computadores — se consolida cada vez mais. Um dos maiores exemplos do aprimoramento da tecnologia são os smartphones. Com eles é possível identificar a evolução não só no design e circuitos internos, mas nas possibilidades que podem ser exercidas.

Renato Citrini, Gerente Sênior de produtos da área de dispositivos móveis da Samsung Brasil, acompanha essa evolução tecnológica a partir dos lançamentos de produtos da marca. Ele afirma: “Os smartphones têm tomado o lugar de diversos outros objetos. Por exemplo, nossos produtos top de linha, agora transforma o ambiente smarthphone em desktop, ou seja, com a mesma velocidade e propriedade da de um computador”. Hoje em dia a gente sai de casa e esquece a carteira, mas não o smartphone.”

Recentemente, a Samsung lançou o Galaxy A8, e o Galaxy A8 + vêm com câmera dupla frontal embutida , fatores técnicos mais aprimorados. De acordo com Citrini: “A evolução da tecnologia está cada vez mais rápida. Entender o consumidor e trazer o diferencial como inovação nos permite essa evolução, o que é o caso dos lançamentos. O brasileiro tem compartilhado cada vez mais mídias e fotos, por isso a câmera frontal dupla dos smartphones, permite tirar fotos com o fundo desfocado ou até mesmo com uma dimensão de captura diferenciada”.

Artur Ziviani, membro Sênior do Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos (IEEE) e pesquisador do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, instalado em Petrópolis (RJ), prevê que esse cenário pode se tornar cada vez mais comum nos lares. Sobretudo os chamados Mostradores flexíveis e Realidade Aumentada, que se destacam nesse contexto por conta de uma maior expansão em seu uso.

O especialista que, como membro da organização científica mundial IEEE, trabalha para o desenvolvimento do conhecimento nos campos da engenharia elétrica, eletrônica e computação, afirma que no Brasil há diversos estados com nichos de excelência em diferentes setores. Entretanto, no geral, o Estado de São Paulo possui um ambiente mais propício para ciência, tecnologia e inovação, com impacto em diversas áreas do conhecimento. Sobre a capital, ele ele acredita que “não há estatística de desenvolvimento e expansão da tecnologia dos eletrônicos de consumo”.

Entretanto, o avanço da tecnologia impõe muitos desafios a serem superados para o uso positivo e benéfico aos consumidores. Por conta disso, Ziviani recomenda o desenvolvimento de sistema com maior segurança e privacidade para um objetivo central, assim como a confiabilidade de materiais com preços acessíveis à um maior número de pessoas. “A presença crescente de tecnologia na vida das pessoas vem mudando a forma como as pessoas se comunicam e se relacionam em diferentes esferas, da familiar à profissional. Muitos dos impactos, positivos ou negativos, talvez só possam ser percebidos em um prazo longo” avalia Artur Ziviani.

Dessa forma, a previsão é de que ocorra uma maior expansão da realidade aumentada nos eletrônicos de consumo, assim como de “equipamentos vestíveis”, que incluem pulseiras, braceletes, relógios, óculos, anéis, trajes e dispositivos facilmente acoplados ao corpo. Hoje isso já é uma aposta das grandes empresas do mercado eletrônico.

*Estagiário sob supervisão de Taís Braga

Para saber mais

O IEEE aponta as três principais tendências de eletrônicos de consumo para o ano de 2018

Equipamentos e aplicativos para casas inteligentes Interruptores e tomadas tradicionais são substituídas por essa nova tecnologia. Aparelhos que oferecem cerca de três canais diferentes de alimentação que são capazes de controlar lâmpadas dos ambientes e aparelhos elétricos tradicionais. Por exemplo: Uma cafeteria conectada via internet, permite que você possa ligá-la ou desligá-la a distância.

Dispositivos controlados por voz   Tendo como uma das tecnologias mais populares atualmente, são mais de 15 mil habilidades que variam de funções básicas para experiências mais complexas, ofertadas por interfaces conversacionais. Esse equipamentos também permitem videoconferências entre os usuários. 

Aparelhos de realidade aumentada Essa tecnologia permite que haja uma conexão que mistura o mundo virtual com o real, possibilitando assim uma interação que abre uma nova dimensão na forma de executar tarefas, ainda que algumas estejam incubidas nas máquinas. Algumas de suas aplicações variam de criação de jogos interativos até a melhoria de processos cirúrgicos quando o médico se encontra distante do paciente ou até mesmo a facilitação de manutenção de carros pelo próprio proprietário.

Powered by WPeMatico

Related posts